Destaque Notícias

Prefeito Romero Rodrigues recebe ministro e prestigia assinatura da Ordem de Serviço da duplicação da BR-230

vai-e-faz_720x90

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, recebeu nesta segunda-feira, 5, o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, que veio à cidade com o objetivo de assinar a Ordem de Serviço para o início da duplicação da BR 230, um trecho de 31,7 km, que vai do Km 152,3, em Campina Grande,  até ao km 183,9, na Comunidade Farinha (Praça do Meio do Mundo), no município de Pocinhos.

A solenidade aconteceu no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep). Além do prefeito e do ministro dos Transportes, estiveram ocupando o espaço de autoridades, a secretária de Obras, Fernanda Ribeiro; vice-prefeito, Enivaldo Ribeiro; deputados federais Rômulo Gouveia, Aguinaldo Ribeiro e Pedro Cunha Lima (representando o senador Cássio Cunha Lima); senadores Raimundo Lira e José Maranhão; representantes do Dnit; presidente da Fiep, Francisco Benevides Gadelha; presidente da Câmara Municipal, Ivonete Ludgério; deputados estaduais e muitas outras personalidades.

A obra será iniciada pela Alça Sudoeste, a partir do final da parte já duplicada. O valor do empreendimento é de R$ 307,7 milhões e a previsão do término dos serviços é de até quatro anos. A duplicação da BR-230 nesse trecho da jurisdição de Campina Grande, conforme explicou o prefeito Romero Rodrigues, é uma das obras estruturantes que integram o Planejamento Estratégico da cidade até o ano de 2035 – projeto que foi resultado de uma parceria entre a Prefeitura, a FIEP e a classe empresarial do município.

Romero ressaltou, também, a importância da obra para o Complexo Habitacional, Industrial e Empresarial Aluízio Campos, próximo ao ponto inicial dos serviços para a duplicação do trecho licitado pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil. De acordo com Romero, esta é também mais uma grande e importante obra para a abertura de mais uma fronteira de desenvolvimento no município e, por extensão, em benefício da vasta área consagrada como Compartimento da Borborema.

“Ela vai beneficiar não só Campina, mas a chamada ‘Grande Campina’, possibilitando a integração intermunicipal, a mobilidade com maior segurança e a circulação de riquezas em nossa região”, garantiu, aproveitando para agradecer o empenho de todos os membros da bancada federal paraibana, ressaltando, entre outros, os senadores Raimundo Lira, Cássio Cunha Lima e José Maranhão. Destacou, com gratidão, o esforço do governo federal para viabilizar mais este benefício em prol do progresso da Paraíba.

Projeto prevê outros benefícios

Além da duplicação da pista, estão ainda previstas a implantação de contorno, restauração da pista existente e construção de sete obras de artes especiais, sendo dois viadutos, três passagens inferiores e duas pontes (Córrego Bodocongó e Logradouro). Hoje, o trecho em questão está com capacidade saturada, atingindo fluxo de 29 mil veículos/dia nos segmentos urbanos. A duplicação, então, proporcionará maior segurança, redução de acidentes e melhor condição de trafegabilidade na rodovia.

Por sua vez, o ministro Maurício Quintella ressaltou que a obra é fundamental para oferecer novas perspectivas de desenvolvimento local, integrando as populações e municípios beneficiados. Ele ressaltou e fez questão de elogiar o empenho do prefeito Romero Romero Rodrigues em lutar, ao lado da bancada federal da Paraíba, no Congresso Nacional, em prol da conquista desta obra. “Trata-se de um prefeito trabalhador, modesto e ético, que, por tudo isso, merece o nosso empenho para o atendimento de tão justos pleitos”, afirmou.

Durante a solenidade, além do prefeito Romero Rodrigues e do ministro Maurício Quintella, ainda fizeram pronunciamentos destacando a importância da obra os senadores José Maranhão e Raimundo Lira; o presidente da Fiep, Francisco Benevides Gadelha; os deputados federais Rômulo Gouveia e Aguinaldo Ribeiro. Os discursos foram acompanhados por prefeitos, secretários municipais, vereadores e demais lideranças políticas da região polarizada por Campina Grande.

Fonte: CODECOM

Comentários

comments

vai-e-faz_720x90